Ricardo Leal dos Santos lutou pela vitória entre os 4×4

Ricardo Leal dos Santos lutou pela vitória entre os 4×4

Derradeira etapa mauritana claramente favorável aos Buggy

 

Naquela que foi a derradeira etapa de competição deste Africa Eco Race 2016 ficou a confirmação de que as jornadas disputadas na Mauritânia foram claramente favoráveis aos muitos e bons Buggys participantes na prova. Confirmou-se e ainda que Ricardo Leal dos Santos, aos comandos da Nissan Navara V8 inscrita nesta grande maratona africana pela equipa BAMP, conseguiu ser frequentemente o mais rápido entre os 4×4, mesmo que nem sempre tenha alcançado a vitória como foi o caso de hoje, em que terminou como o segundo mais rápido.

 

Nos 208 quilómetros cronometrados, cumpridos entre Akjout e Fimlit, “as pistas eram rapidíssimas mas ao contrário dos dias anteriores não tinham grandes complicações nas partes de dunas mas, mesmo assim, dava para se perder algum tempo. Há alturas é que perder tempo é uma questão de lotaria. Podemos ir muito bem mas, se um concorrente à nossa frente fica preso numa zona de areia ou numa duna, a nossa margem de erro ao tentar encontrar uma alternativa é muito maior. Hoje perdemos algum tempo numa situação dessas e isso foi suficiente para termos gasto uns cinco minutos, o que teria sido suficiente para a vitória entre os 4×4”, salienta Ricardo Leal dos Santos que faz equipa com o navegador brasileiro Maykel Justo.

 

Amanhã, já no Senegal, a caravana do Africa Eco Race 2016 será recebida em Dakar. Antes, serão disputados, extra classificação geral e com um troféu específico em jogo, os famosos 24 quilómetros cronometrados em torno do Lago Rosa que fazem parte da mitologia das grandes competições de todo-o-terreno. No final deste troço será feita a grande festa de encerramento deste duro e muito exigente evento desportivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *