Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

Luís Oliveira, Beto Borrego e João Dias vencem em Portalegre

  • António Maio (Moto) e Tiago Gomes (Quad) são os novos campeões nacionais
  • Luís Oliveira interrompeu ciclo de 11 triunfos seguidos de Patrão e Maio
  • Beto Borrego somou a quarta vitória da temporada
  • No Desafio Polaris Joana Lopes venceu, mas Ricardo Megre conquistou o troféu

 

Com o sol a brilhar no primeiro dia e a chuva a cair no segundo, a Baja Portalegre 500, sétima e derradeira etapa do campeonato nacional de todo-o-terreno, fez jus a sua tradição de prova rainha da modalidade e sagrou os dois campeões nacionais que faltava coroar da temporada 2015: António Maio nas duas rodas e Tiago Gomes nos Quad.

Com uma excelente organização do Automóvel Clube de Portugal a prova alentejana teve como vencedores Luís Oliveira nas motos, Beto Borrego nos Quad e João Dias nos UTV/Buggy.

 

Luís Oliveira quebrou 11 anos de hegemonia Patrão/Maio

Após onze anos consecutivos de vitórias de Mário Patrão (6) e António Maio (5) a prova das motos ficou marcada pelo triunfo de Luís Oliveira que uma semana antes se sagrara Campeão Nacional de Enduro. Depois de uma vitória no prólogo, o piloto da Yamaha foi superado por Mário Patrão num segundo setor seletivo que este ano foi também incluído na primeira etapa e que teve partida de Ponte de Sor. Para o segundo dia de corrida, cujo arranque teve lugar no Crato, Mário Patrão apostava tudo em vencer, aguardando por um eventual deslize de António Maio que partiu para esta corrida debilitado fisicamente, mas a necessitar apenas de terminar na 5ª posição. O deslize acabou por vir do lado do campeão 2014, que teve uma saída de pista que abriu caminho ao triunfo de Luís Oliveira por escassos 26 segundos.

António Maio cumpriu os seus objetivos e depois de ter ganho todas as anteriores corridas em que participara esta temporada, averbou um quarto lugar que foi mais do que suficiente para conquistar o primeiro título absoluto da sua carreira.

Sebastian Buhler, companheiro de Maio na Yamaha, alcançou o derradeiro lugar no pódio e na despedida do título da classe TT1, bem se pode congratular de ter triunfado em todas as corridas que disputou do CNTT, num ano de 2015 marcado por diversas lesões.

Para além de António Maio conquistaram também títulos nas respetivas classes, Gustavo Gaudêncio (Honda), novo campeão TT1, após seis anos de paragem e que foi ainda sexto classificado absoluto e Fausto Mota (KTM) que venceu entre as TT3 e terminou em 8º lugar.

Excelentes resultados também para David Megre (KTM), que foi o 5º classificado e para um estreante em Portalegre, o brasileiro Ricardo Martins em Yamaha, líder do campeonato do seu país, que terminou na 7ª posição.

A encerrar o Top 10 ficaram o jovem Salvador Vargas (KTM), campeão promoção em 2014 e que aqui foi segundo na classe TT3 e o veterano Pedro Oliveira (Yamaha), que venceu a classe destinada a pilotos com mais de 40 anos. Mesmo não terminado a prova, João Piloto sagrou-se vencedor do Troféu Nacional de Promoção, enquanto Catarina Sampaio conseguiu superar o desafio de se estrear e completar com sucesso uma participação na mítica Baja Portalegre 500 onde tantas vezes participou o seu pai Rodolfo Sampaio.

 

Beto Borrego ganha e Tiago Gomes é campeão

A competição destinada aos Quad teve um sabor muito alentejano e com predominância para o distrito de Portalegre. O piloto de Ponte de Sor, Beto Borrego, em Yamaha, venceu e convenceu. No prólogo o mais rápido tinha sido Ruben Alexandre (Yamaha) que tinha feito o melhor tempo, mas na corrida Beto Borrego foi alargando a sua vantagem para o jovem do Crato até ter mais de 15 minutos de vantagem quando estavam percorridas mais de três centenas de quilómetros e este se atrasou de forma muito significativa.

Passou então para a segunda posição João Peraboa, piloto de Portalegre, aos comandos de uma Suzuki que em VC10 (Km 355) já tinha uma desvantagem superior a 30 minutos para Beto Borrego. Contudo quem veio a terminar no 2º lugar foi André Carita, piloto de Nisa, que vencera esta Baja em 2013.

Vítima de uma queda, que o deixou um pouco maltratado, o líder do campeonato Tiago Gomes (Suzuki) foi forçado a abandonar quando, já perto do final da corrida, seguia na 3ª posição e ia controlando o seu mais direto adversário António Moreira, o outro candidato ao título.

O terceiro lugar em que Moreira veio a terminar não permitiu contudo ao veterano piloto de Vila Nova de Famalicão chegar a um título que premiou uma excelente temporada no todo-o-terreno do piloto de Freestyle Tiago Gomes.

 

Vitória de João Dias e estreia do Polaris Turbo

Numa corrida marcada pela estreia europeia do novíssimo Polaris Turbo, a máquina americana começou por impressionar no prólogo, ao ocupar as três primeiras posições. João Lopes, que esta temporada tinha somado triunfos em todos os prólogos, foi desta feita batido por Teo Viñaras com o irmão deste piloto espanhol, Roberto, a ocupar o terceiro lugar.

Da parte da tarde a corrida registou algumas baixas de vulto já que Roberto Viñaras, António Ferreira e Bruno Martins, respetivamente 3º, 4º e 6º do prólogo, foram forçados a abandonar, o mesmo acontecendo com a campeã das senhoras, Dorothee Ferreira.

O segundo dia de prova começou com mais um abandono, o de Teo Viñaras e com João Lopes a confirmar a liderança na primeira centena de quilómetros, altura em que o futuro vencedor João Dias assumiu o controlo das operações, mantendo-se no comando da corrida até ao final dos 450 quilómetros cronometrados desta Baja Portalegre 500.

Na segunda posição terminou Pedro Santinho Mendes, um dos poucos pilotos que completou todas as corridas de 2015, sendo o 3º lugar ocupado pelo já campeão nacional João Lopes. Um pódio inteiramente Polaris, como aliás quase todos os desta temporada.

Ainda em Polaris terminaram nas posições seguintes Miguel Jordão, vencedor da classe Promoção, Mário Ferreira, que triunfou entre os veteranos, Paulo Delgado e João Monteiro, que terminou à frente dos seus pais Jorge Monteiro e Ana Cristina Monteiro, num CanAm Maverik.

A primeira máquina abaixo do 1000 cc encerra o Top 10 e foi pilotada por José Cerqueira enquanto a vencedora das senhoras, Rita Oliveira completou a prova na posição seguinte. Vitória entre os Buggy para o Nanny pilotado por Daniel Russo e um merecido destaque para a prestação de um piloto paraplégico, o inglês Paul Rowlands, que levou o seu Polaris Turbo ao 13º lugar.

 

Joana Lopes vence no Desafio Polaris e Ricardo Megre conquista o Troféu

A Baja Portalegre 500 era também a quarta e derradeira jornada do Desafio Polaris, competição destinada aos pequenos Polaris ACE 570 que é a mais recente aposta em termos de promoção e procura de novos valores no âmbito das competições de todo-o-terreno em Portugal.

O experiente e ex-piloto de velocidade Ricardo Megre já sabia que vencendo o prólogo, o troféu era seu, mas teria naturalmente também ambições numa corrida lançada há 29 anos pelo seu pai, José Megre.

Todavia, tanto ele com Filipe Ferreira, vencedores das duas anteriores corridas (a de Reguengos foi cancelada pelos trágicos motivos que se conhecem) cedo ficaram pelo caminho. No duelo que opôs Joana Lopes a Alexandre Freitas, coube à irmã do novo campeão UTV/Buggy o triunfo, se bem que por escassos 30 segundos

 

Os Hobby animaram a festa

Foram mais de sete dezenas os pilotos Hobby ou participantes nas várias classe de Promoção criadas pelo ACP que estiveram à partida da Baja Portalegre 500 e que muito animaram esta 29ª edição da mais importante competição nacional de todo-o-terreno.

 

Classificações Final do Campeonato

Moto: 1º António Maio, 93 pontos; 2º Mário Patrão, 88; 3º Gustavo Gaudêncio, 63; 4º Ruben Faria, 58; 5º Fausto Mota, 53; 6º David Megre, 48.

Quad: 1º Tiago Gomes, 84; 2º Beto Borrego, 80; 3º António Moreira, 80; 4º André Carita, 41; 5º Ruben Alexandre, 27; 6º Alexandre Silva, 21.

UTV/Buggy: 1º João Lopes, 95; 2º Miguel Jordão, 68; 3º Pedro Santinho Mendes, 66; 4º Teo Viñaras, 50; 5º João Dias, 48; 6º Dorothee Ferreira, 48.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *