André Carita na Baja 500 Portalegre

Depois da notável vitória na edição de 2013 da Baja Portalegre 500 o piloto de Nisa André Carita não foi desta vez feliz na derradeira jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. Aos comandos de uma Suzuki LTR 450 inscrita pela Auto Branquinho/Motobrioso/Casa dos Pneus de Nisa alcançou o 7º tempo no prólogo disputado nos arredores de Portalegre, mas a sua corrida seria condicionada por diversos contratempos. Todavia a garra e empenho de André Carita permitiram ao piloto cruzar a linha de meta ainda no primeiro terço da classificação final.

Ao contrário do ano passado esta Baja de Portalegre, não teve o desfecho pretendido, mas as corridas são mesmo assim. Fui o 7º piloto a arrancar do Crato e parti para o sector de 380km com o objetivo de tirar partido do excelente trabalho feito na mota nos últimos meses. Infelizmente por volta do km 25 quando já rodava no pó de pilotos que partiram à minha frente, não evitei uma grande queda” explica o piloto da AutoBranquinho, André Carita, que acrescenta:

A mota não teve danos mas eu fiquei com algumas dores e tive de trocar de capacete e óculos na ZA1. O objetivo então passou por chegar ao fim, mas as dores não me largaram até a ZA 3 onde consegui voltar a andar ao meu ritmo. 10km após ZA 4 novo percalço e um embate numa pedra arrancou completamente o apoio da bota esquerda e logo de seguida o pneu de trás direito fura completamente. Definitivamente não era o meu dia de corrida, mas consegui levar o quad até ao final embora com algum sacrifício”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *